segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Lindsay Lohan não será indiciada por roubo de colar

Lindsay não será indiciada pelo suposto roubo de um colar. Segundo o site E! Online, a promotoria esclareceu que nesta segunda-feira, 7, nenhuma acusação formal será feita porque as provas ainda estão sendo avaliadas: "Nenhum processo será iniciado hoje", disse Jane Robison, representante da promotoria.

Porém, o caso não está encerrado. Caso a promotoria concorde com as provas apresentadas pela polícia, a atriz pode ser indiciada e presa por violamento de sua condicional. Ainda segundo o site, como Lindsay é considerada não-violenta ela não seria presa imediatamente. Os advogados negociariam uma rendição ou o promotor responsável pelo caso marcaria uma data para que ela se apresentasse no tribunal. A advogada da atriz, Shawn Chapman Holley, declarou em comunicado à imprensa que Lindsay nega as acusações: "Negamos veementemente tais alegações. Se formos indiciados, brigaremos na justiça, não na imprensa".

Relembre o caso
Lindsay é acusada de roubar um colar de uma joalheria em Venice, na Califórnia, onde mora desde que deixou uma clínica de reabilitação. O colar foi entregue a polícia por um amigo da atriz e Lindsay alega que o acessório foi emprestado pelo dono da loja. As câmeras de segurança mostram Lindsay usando a peça de cinco mil doláres, antes que ela desaparecesse, apesar de não ficar claro nas imagens que a atriz pegou a joia. O proprietário da loja registrou o roubo e levou a foto e o vídeo de segurança para a polícia, que informou ao Departamento de Condicional que a atriz é a principal suspeita da investigação.

Caso queira, o responsável por acompanhar o caso de Lindsay pode pedir uma audiência para determinar se ela violou ou não os termos de sua condicional e caso fique comprovado o roubo a atriz pode voltar para a cadeia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário